20 novembro 2011

Do amor que eu sinto!

Estranho, nunca te vi, nunca olhei nos seus olhos, nunca peguei nas suas mãos, nem senti o seu cheiro, e mesmo assim penso em você. Sinto meu coração acelerar quando converso contigo, penso no teu sorriso, e sinto saudades de você. Devaneios silenciosos tomam conta da noite, olhando as estrelas torço para que você esteja do outro lado pensando em mim,
são algumas horas que me impedem de sonhar acordada. Distância que passou a ser detalhe, sentimentos que afogo no travesseiro, tão estranho sentimento que às vezes pedaços de mim sentem falta até daquilo que nunca aconteceu.
Ciumes bobo, inconveniente, ciumes daquilo que a distância faz questão de dizer que não é meu. Às vezes fico parada pensando na sorte que tem aquelas que te abraçam, e invejo os que veem seu sorriso.
Estou tão sintonizada com sua respiração que às vezes me sinto idiota, tenho medo de confundir e medo de perder, perder a perfeição que só encontrei em você. Sabe o que peço pra Deus? Um dia só ao seu lado, pra ter certeza que anjos são reais !




2 comentários:

  1. Às vezes é deesse jeitinho meesmo, sem conhecer sem sentir , nós faz a pessoa maais feliz.


    bj

    ResponderExcluir

Meus pequenos deixem seu recadinho para mim .. ficarei muito feliz. :) ♥